Povo de merda

Um fotógrafo, pelos vistos um bom fotógrafo, foi premiado por uma associação cultural e pelo Ministério da Cultura. Habituados que estamos nós a que tudo seja menos importante que garantir que o BMW da ministra tenha sempre gasóleo, lá foram pedir ao fotógrafo que descontasse IRS, passasse recibo, entregasse uma declaração de que não tinha dívidas à SS, enfim, o programa do costume.

Razoavelmente, e se calhar como toda a pessoa de bem que se recusa a ser usada pelo estado fiscal-fascista português, o fotografo mandou toda a gente levar na peida, devolveu o prémio e proibiu a associação de usar o seu nome como premiado. Até aqui, nada de novo, é apenas o estado português a encher os seus funcionários permanentes e temporários à conta de uma pobre desculpa de serviço.

O que é verdadeiramente impressionante são os comentários do bando de lambecús que corre logo a comentar a notícia, a criticar o fotógrafo porque este quereria fugir a pagar imposto como que a correrem a retirar a sua fatia do talento alheio e sempre prontos a que o trabalho dos outros lhes possa dar mais qualquer coisinha para sustentar a sua preguiça. Razão tem o monteiro quando diz que a PIDE só poderia actuar com a colaboração activa e generalizada deste povo de merda.

PS: Não que interesse, mas o nome do fotógrafo é Paulo Nozolino e a fotografia acima é da sua autoria.
Anúncios

Sobre Tonibler

Um vintém será sempre um vintém, um cretino será sempre um cretino
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

5 respostas a Povo de merda

  1. Não é um fotografo que eu aprecie, mas não é isso que interessa, o que interessa é que uma associação o achou merecedor de uma distinção pelo trabalho efectuado na arte da fotografia e o estado o quer espoliar logo de 10% do prémio, prémio é prémio, até os prémios dos jogos da Santa Casa vêm livres de impostos, ou seja, quando anunciam quinze milhões de euros para o primeiro prémio do euromilhões já foram deduzidos os impostos, porque não proceder da mesma forma na distinção artística? Já sei, artista é parente pobre da nossa sociedade, é quase sempre tratado como o coitado “subsidio dependente” no caso do Nozolino não é verdade.

  2. J.L. diz:

    Aquele povinho “mão-forreta”, que acha que devolver dinheiro é coisa de “novo-rico” e que é sempre para fugir aos impostos, ou porque o pobre coitado do artista indignado se está só a armar em parvo, é aquele povinho mesquinho que lambe rabos a quem tiver que lamber e que em caso de 7-0 – “Ó Crestiáno és o máior”, mas em derrota ja é “Filho da p*** se eu ganhasse o que tu ganhas…”. Esse povinho, não se lembra que artista é mesmo como diz aqui o vizinho de cima, um parente pobre qualquer que quer ganhar dinheiro a vender coisas com rabiscos e tinta barata (e como diria o povinho: isso até a minha filha de 2 anos fazia). Mas vejam lá que ninguém fala da ordinarice que é oferecer um prémio e ir cobrar imposto sobre ele. Se querem humilhar um artista, porque é que não lhe dizem logo que “até lhe davamos um prémiozito, mas você é só um artista por isso não leva nada”? Ao menos eram honestos.

    País pobre em artistas, país pobre em cultura, país pobre em bom nome, país pobre até ao osso. Como diria um amigo: “Eu vou masé dar à sola!”

    -J.L.

  3. Ana E. diz:

    Qual é a ideia deste post ? O fotografo, só por ser artista, devia estar isento de impostos ? se é assim vá-se encher de moscas, porque eu que não sou artista tenho sempre que pagar impostos.

  4. Ana E. diz:

    PS: diga-se de passagem que a foto é muito muito má. Os impostos deveriam ser a dobrar.

  5. Essa teoria da PIDE é um verdadeiro peido, sonoro e mal-cheiroso!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s