Que raio de Portugueses estes…

que “torcem” para que o negócio da PT/OI dê errado, depois atribuem culpas ao governo do seu mau desempenho.

Anúncios

Sobre Elisiário Figueiredo

Camaradas...! Eh, camaradas...! ouvi, Que vou dizer-vos quem sois, Pois vou dizer-vos quem sou.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

13 respostas a Que raio de Portugueses estes…

  1. Caro Elisiário, ainda não consegui perceber como é que os interesses estratégicos do país só podem valer 350M€. Acho que é chamar a todos os portugueses de idiotas.
    Quanto à Oi, certamente que se trata de uma posição claramente diferente. Caso não saiba a Oi é o 4º operador celular no seu mercado (não venham com a historia da rede fixa, porque o destino desta é claro para todos). Veja o mercado das telecomunicações a nível mundial e aponte um caso, um único caso, onde o um 3º operador (já não digo o 4º) consiga obter uma posição competitiva que se traduza em resultados minimamente equivalentes à do 2º ou do 1º. Não se trata de torcer ou deixar de torcer. Trata-se de perceber a dinâmica num mercado por demais consolidado do qual o governo deste país vendeu por 350M€ tendo ainda por cima exposto o país às vulnerabilidades inerentes à utilização da golden share.
    A conclusão é óbvia e a mesma de sempre: se por momentos tivemos duvidas sobre quem manda realmente neste país, essas duvidas dissiparam-se com as certezas que já tínhamos antes delas aparecem.

  2. Se por acaso não estivéssemos a falar num pais de 230 milhões de habitantes e possíveis clientes, onde só a cidade de S. Paulo, onde a OI opera no mercado móvel com a banda 3G, tem mais habitantes que Portugal inteiro, se não estivéssemos a falar de uma operadora que tem em vista o mercado sul americano, eu estava de acordo consigo.
    Eu não consigo entender este antipatriotismo serôdio de Passos Coelho, a não ser que seja “a forma contemporânea de fazer politica” que CAA se referiu no programa Directo ao Assunto do passado dia 27, é pena o video só estar disponivel para a próxima semana.

  3. Pois é, o factor S.Paulo é precisamente uma das principais desvantagens da Oi e é por isso que esta “troca” não tem absolutamente nada a ver em termos de valor. A Oi só recentemente adquiriu a licença do mercado de S.Paulo quando a Vivo, Claro e Tim estão já muito confortaveis. Cuidado com esses 230M, pois a distribuição de renda no Brasil é muito desigual e em S.Paulo está a febra. Quanto à possibilidades de expansão para o resto da America Latina…comoça já pela propria marca, brilhante no mercado brasileiro, não diz absolutamente nada no resto do território, pelo contrario sera contraproducente. Isto além do facto da clara inexperiencia deste operador no processo de internacionalização. A marca da Oi, vangloriava-se até agora de ser “100% brasileira” esse era o seu…”diferenciador”.
    Esqueça Elisiário, são argumentos de areia para lhe atirar para os olhos. São argumentos que valorizaram em mais 350M os bolsos de quem manda no governo. Você, eu no momento em que acreditei que o governo estava realmente a impor algum interesse estratégico (como foi a audaz entrada neste mercado), e os restantes portugas fomos mais uma vez enganados! Estes são os fundamentos do que se passou, e o Passos Coelho não tem nada que ver com isso…falar nisso é continuar a aceitar a areia para os olhos!

  4. Tonibler diz:

    Querem-me explicar que desígnio ou objectivo estratégico nacional cumpre metade duma empresa de telemóveis? Íamos atirar cartões pré-pagos contra os russos?

  5. Só admito essas suas duvidas pelo facto de, muito provavelmente, nunca ter trabalhado numa multinacional.
    Posso-lhe falar por experiencia propria de ter trabalhado para algumas e já ter estado no headquarters observando os processos de decisão e perceber a utilidade “essencialmente pratica” que têm as subsidiarias. Existem sempre diferenças abissais nas decisões, e nem sempre com lógicas estritas de negocio, de investimento que protegem sempre os “locais onde estão os donos”.
    Para nosso infortunio a PT é dos poucos casos bem sucedidos no processo de internacionalização, com geração de valor, suportada em processos de R&D: sempre do lado dos headquarters e não no lado das subsidiarias. A PT tem um registo brilhante na industria a este respeito.
    Colateralmente, como todas as outras empresas fazem nos seus paises, neste processo arrasta um conjunto de outras empresas que se desenvolvem a si mesmas e aproveitam a oportunidade para se internacionalizar – o que é que você pensa que é a Indra ou a Everis só para mencionar estas?
    Esse argumento jocoso de “empresa de telemóveis” ignora estas oportunidades raras, infelizmente quase únicas na nossa economia. Uma “empresa de telemóveis” é a Nokia, e essa já hoje é confundida com essa referencia que é o Estado Finlandês. É aqui que está o futuro das “nações”…não perceber isto é estar literalmente noutro planeta.

  6. A ideia que o fixo não interessa é uma ideia errada, a banda larga está em expansão no pais e com grandes campanhas feitas pelo governo, é ai que a PT quer apostar, assim como no Pay TV onde é residual e tem condições de crescimento muito favoráveis não descorando a rede móvel onde existem 90 cartões por cada 100 habitantes quando a média ronda os 160, é um desafio bastante interessante que eu como Português e Patriota quero que dê certo.

  7. Tonibler diz:

    Éntão, é um desígnio estratégico nacional que os brasileiros sejam remetidos para uma “utilidade essencialmente prática” e que tenham Pay TV- E com isso ataca-se o posto de trabalho de milhares de trabalhadores portugueses, bem como o acesso dos próprios portugueses às comunicações. Tem lógica.

  8. Ninguem disse que o fixo não interessa, apenas lhe comento que as margens são muuuiiito diferentes das do movel – é fácil de perceber, os custos não se comparam minimamente. Quanto à media de 160 não se iluda com as necessidades dos operadores têm de reportar continuamente novos utilizadores porque isso não é verdade: simplesmente não desactivam cartões que já deixaram de ser usados.

    Toni, você tem a certeza que nesse teclado seu não está a operar o mongo do Monteiro ?

  9. Eu não me iludo em relação a nada, os inactivos também estão contabilizados quando falamos nos 90, um mercado é um mercado, o Brasileiro é um bom mercado, não tenho duvidas que a VIVO seria melhor mas como o Ricardo Salgado está à rasca e precisa de dinheiro temos que nos contentar com a OI, desta forma contentou-se os accionistas a banca os espanhóis o governo e a administração da PT, este é o negócio possivel, só resta uma coisa, trabalho muito trabalho por parte da administração da PT de forma a que tudo isto dê certo.

  10. Tonibler diz:

    “Temos que nos contentar com a OI”….Essa é de partir a moca a rir. Se lhe roubar dinheiro para comprar uma empresa brasileira o camarada também acha que é sua???? É que isso dá jeito…

  11. É verdade, o seu amigo Ricardo Salgado assim o quis…. não é o camarada que diz que ele é que manda no governo?

    Mesmo assim eu pretendo que este desafio da OI dê certo.

  12. Tonibler diz:

    Os donos da PT que se preocupem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s