Porto de Sines, outra vez?

Só faria sentido com uma ferrovia verdadeiramente europeia.

Quando se começou a falar em comboios de alta velocidade em Portugal, principio dos anos 80, uma das linhas era precisamente aquela que ligava o porto de Sines à fronteira, falava-se nessa altura em colocar mercadoria no centro da Europa (Paris) em menos de 10 horas, para o efeito  proceder-se-ia à adaptação do referido porto de forma a poder receber barcos de grande calado.

Quando de forma megalómana se começou a falar em 5 linhas de TGV, e nenhuma delas a ligar o porto de Sines à fronteira, foi no governo do endeusado Cavaco, foi ai que se cruzavam linhas de TGV para levar cidadãos não sei bem para onde, num pais que não tem tradição de utilização de comboios, a não ser aqueles que vão para a linha de Sintra e de Cascais.

Vêm agora com 20 anos de atraso, falar numa coisa que é impossível de fazer perante a conjuntura económica existente? É mesmo só para “amandar areia para os olhos”, se um governo, seja ele qual for, anunciasse isso, entrava por ai dentro o FMI e sem pedir licença, além de poder estragar os planos de alguns “alquimistas” que polulam à frente de Cavaco como se de coelhinhos se tratassem.

Sobre Elisiário Figueiredo

Camaradas...! Eh, camaradas...! ouvi, Que vou dizer-vos quem sois, Pois vou dizer-vos quem sou.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a Porto de Sines, outra vez?

  1. Tonibler diz:

    Se o chineses pagarem…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s