O génio da finança

O Francisco Bandeira, sujeito que fala alto dizendo que quem manda na CGD é ele e da qual acumula a vice-presidência com a presidência do BPN, começa a ser verdadeiramente anedótico. Perante as críticas de Cavaco, e que reflectem apenas aquilo que se vem sabendo nos últimos tempos de que o BPN perde depositantes todos os dias estando a menos de metade e que acumula a fracção de crédito vencido todos os dias, transformando a administração de Bandeira numa catástrofe financeira 10 vezes superior ao alegado roubo de Oliveira e Costa, o Bandeira resolve vir dizer que não, não é verdade que a sua administração tenha estado parada. Afinal, já criou 3 fundos para dentro dos quais varreu o lixo do BPN, 3.9 mil milhões de euros financiados pela CGD ficando o BPN como um banco viável.

Não há a menor dúvida que este Bandeira é um génio da finança. O contribuinte português passa a ser detentor de um fundo de merda que vale zero pagando 4 mil milhões de euros e o BPN fica vendável. Eu nem sei porque é que nós não pensámos nisto antes. Agora, tem que se vender aquilo rapidamente porque se deixamos o Bandeira muito mais tempo a cuidar daquela merda, ainda temos mais fundos fantásticos destes para comprar…

E ainda há quem se questione da importância da intervenção do estado na economia. Pfff, neoliberais!

Sobre Tonibler

Um vintém será sempre um vintém, um cretino será sempre um cretino
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

3 respostas a O génio da finança

  1. O mais notável disto tudo é que, na moral socialista vigente, se considera uma ofensa mencionar que esse gajo é um incompetente!
    Ah pois não: com Almeidas Santos, Manueis Alegres, Marios Soares, Antonios Guterres entre muitos outros na lista, é melhor mesmo dizer que o gajo é muito bom profissional! Safa!!

  2. Sérgio Pinto diz:

    Estavas a ir bem, até ao último parágrafo, onde aproveitas para misturar outras coisas. Se a ‘intervenção’ do Estado for para beneficiar amigos, isso é ‘socialismo’? A pergunta é obviamente retórica e servia apenas para ilustrar que a ‘natureza’ da intervenção tem toda a relevância.

    P.S. Eventualmente, acharás que a Irlanda é/era “socialista” porque o governo teve a genial ideia de garantir os passivos de todos os bancos…

  3. O Raio diz:

    “transformando a administração de Bandeira numa catástrofe financeira 10 vezes superior ao alegado roubo de Oliveira e Costa”

    My God!!! Onde é que foste buscar estes dados?

    Ou é feeling cavaquista? Tsss! tss! tsss!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s