Privatizar o lucro nacionalizar o prejuízo.

Hoje fui acordado com o toque a assinalar um mail, o meu amigo Pedro Nunes envia-me um artigo escrito pelo Sousa Tavares e publicado no Expresso do passado dia 5, à muito que deixei de ler coisas de Sousa Tavares, por isso passou-me ao lado.

Este post é muito curto, tem mais de preâmbulo do que conteúdo e nasceu para dizer que as pessoas mudam, aqueles que foram ou são considerados “os pensadores” desta nação mudam, têm mudado conforme os seus interesses, levando-me a perguntar a mim próprio se eu sou um génio? um predestinado ao entendimento desta economia? ou se será tão óbvio levando a que os restantes não vejam?

Aquilo que Sousa Tavares escreve sobre as nacionalizações digo eu à trinta anos, não o digo agora que estamos “à rasca”, que tudo o que é negativo para a nossa economia veio ao de cima, à trinta anos que eu vejo os vários governos desnacionalizar ou privatizar os lucros ficando sempre com os prejuízos,  ou nacionalizar o prejuízo libertando o lucro, depois admiram-se.

Sobre Elisiário Figueiredo

Camaradas...! Eh, camaradas...! ouvi, Que vou dizer-vos quem sois, Pois vou dizer-vos quem sou.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

10 respostas a Privatizar o lucro nacionalizar o prejuízo.

  1. Tonibler diz:

    Isso não faz qualquer sentido.

  2. Manuel Baginas diz:

    Não faz sentido ? fosga-se, os senhore digam-me se querem comprar o ouro que tenho lá em casa ou o lixo que tenho para a reciclagem. O que é que compravam ?

  3. Tonibler diz:

    Quando os bancos eram públicos, davam prejuízo. Agora querem nacionaliza-los porque dão lucro. A EDP era um drama. A PT um lixo que levava 6 meses a meter um telefone.

    As que dão prejuízo é porque são estatais, não porque são um lixo. São um lixo como as outras eram um lixo, porque estes parasitas que trabalham para o estado só produzem lixo.

  4. Isso não é verdade camarada.

  5. Tonibler diz:

    Os factos dizem assim.

    • Em relação à PT antes da nacionalização, tenho os dados à minha frente, o tempo médio de instalação, quer telefone, internet ou tv, andava pelos 12 dias uteis.

      Vamos falar da CP, na CP “retalharam” a empresa em pequenos nichos onde aquilo que JÁ era lucrativo foi para os privados, aquilo que só dá despesa ficou no estado.

      Os bancos eram lucrativos, podiam dar mais lucro? podiam!

      Pode argumentar que estas empresas eram um “viveiro” de politicos calões inaptos e ladrões, ok, estou de acordo, agora que foi um mau negócio foi.

      A França ainda hoje é detentora de grande parte das grandes empresas Francesas, caso Renault, não abrem mão dessas empresas.

  6. Tonibler diz:

    Elisário,

    Gostava de recordar que a Sociedade Estoril era uma empresa lucrativa que foi nacionalizada. A CP dá prejuízo inexplicavelmente. Só dá prejuízo porque é estado. Porque dava prejuízo por causa das linhas deficitárias, fecham as linhas deficitárias, continua a dar prejuízo, os administradores e trabalhadores cada vez ganham mais e a empresa cada vez ganha menos. Dê a volta que der, os factos são estes.

    • A ferrovia é deficitária, não existe a cultura de andarmos de comboio, os únicos comboios que têm passageiros são as linhas de Cascais, Sintra e Vila-Franca-de-Xira, agora as empresas que saíram da CP e que prestam o serviço de assistência às linhas e aos próprios comboios são lucrativas e têm cliente garantido, faz parte do contrato.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s